News

Insync 3 – Software traz OneDrive para Linux de forma completa

O OneDrive é uma das opções mais baratas quando falamos em armazenamento em cloud, por R$ 30 ao mês o usuário tem direito a 6 contas com 1TB cada, considerando que em outros serviços de peso como o Google Drive, Yandex Disk e Dropbox o valor fica em torno de R$ 33 á R$ 40 reais para apenas uma conta, é inegável a vantagem econômica do serviço da Microsoft.

Porém até hoje a Microsoft não trouxe um cliente oficial para as distribuições Linux, suas mudanças de política podem até vir a trazer um dia, porém nada apenas de especulações bem distantes.

Existem algumas alternativas para a utilização, a maioria de código aberto e que já ensinamos aqui no Linux Centro, basta clicar aqui para ver.

Porém o cenário está para mudar, o Insync, um poderoso cliente do Google Drive para Linux, Mac e Windows, contendo diversas ferramentas que sequer existem na versão oficial do aplicativo da Google para Windows, agora também dará suporte para o OneDrive. E o mais legal é que já está disponível a versão beta.

Chamado de Insync 3, o software agora é capaz de sincronizar não somente várias contas do Google Drive, como também várias contas do OneDrive (Lembra que a Microsoft lhe dá direito a 6 contas? Pois poderá usar todas, se não quiser dividir com os amigos e familiares).

Em nossos testes, a versão beta está bem limitada e ainda não conta com os recursos avançados conhecidos do Insync, por hora, ele apenas é capaz de conectar em sua conta do OneDrive e sincronizar diretórios específicos ou tudo de sua cloud com qualquer diretório de sua máquina (Já sendo uma vantagem perante o oficial, que só é capaz de sincronizar com o diretório “OneDrive” de seu Windows).

insync
Insync 3 correndo com uma conta do OneDrive no POP OS

Tudo no Insync acontece de forma gráfica, desde a conexão com a conta, até seu gerenciamento, por enquanto ele não gera barra de progresso e a equipe já informou que todos estes recursos virão nas próximas versões, mas você já consegue verificar no painel principal o que já está sincronizado (recebe um sinal verde) e o que está sendo sincronizado (recebe um ícone em azul).

É válido destacar que o Insync é uma ferramenta proprietária e paga, durante a fase beta, ele está sendo disponibilizado gratuitamente, porém já fora avisado pela empresa que ao chegar na versão final, será necessário adquirir a licença para continuar utilizando. A vantagem é que o valor refere-se a um único pagamento para utilização vitalícia, a desvantagem é que o valor é de US$ 29 dólares por licença (Algo em torno de R$ 120 reais) e cada conta sincronizada é uma licença.

Ainda assim, é muito bem vindo uma solução poderosa e agradável visualmente para os usuários, tornando bem simples o uso do OneDrive em distribuições Linux e adicionando o serviço da Microsoft como mais uma opção, junto ao Google Drive já suportado pela ferramenta ou opções como o Yandex Disk, Dropbox e PCloud que possuem clientes oficiais para as distros Linux.

Back to top button