Compartilhadores de ArquivosLinuxTutoriais

Syncthing – Sincronize seu Linux com sua casa


Que tal manter diretórios de sua distribuição linux sincronizada com todos os outros dispositivos de sua casa? Que tal manter uma pasta em seu dispositivo Android, sincronizado com seu computador? Eis a proposta do Syncthing!

O Syncthing é uma alternativa de código aberto ao Bittorrent Sync, não podemos comparar esses dois ao Owncloud, pois apesar de usarem sua máquina principal como servidor, eles não fazem gerenciamento e não permitem a visualização de arquivos pela rede, apenas mantém diretórios que você determine, sempre sincronizados.

As vantagens são grandes, ao invés de usar a sua rede local (Samba) para acessar suas pastas e capturar manualmente os arquivos desejados, ou mesmo usar cabos, o Syncthing mantém o diretório sincronizado, pode-se determinar que uma pasta de seu Android, por exemplo, esteja sempre sincronizada com seu computador ou do seu note com seu computador, o que você quer manter entre as máquinas fica por sua escolha.

O Syncthing está em fase de desenvolvimento, hoje na versão 0.11, ele é muito fácil de configurar, possui uma interface web e tem aplicativos para Linux, Windows, Mac, FreeBSD e Solaris, além do port não oficial para Android. Tem suporte a SSL, TLS e todos os arquivos são criptografados End-To-End, ou seja, são criptografados na máquina de origem e descriptografados na máquina destinatária e como não utilizam servidores externos, o fator segurança passa a ser grande aqui.

A desvantagem fica para o consumo de hardware, o consumo de RAM não é dos mais altos, com picos máximos de 80MB, no entanto o processamento no momento da sincronia alcança altos picos, isso acontece obviamente por causa da criptografia, no entanto ainda assim é algo a melhorar-se já que não só a máquina servidor teve uma requisição maior de processamento, como o cliente para Android também requeriu mais do dispositivo mobile, algo que não acontece com alternativas similares.

Ative o HTTPS nas configurações do Syncthing

Para instalar o Syncthing é fácil e o processo é o mesmo para qualquer distribuição Linux, clique sobre o botão de download no topo da matéria e efetue o download do pacote zip, descompacte e clique sobre o executável, o serviço será aberto em seu navegador padrão. As configurações padrões já são o suficiente para seu pleno funcionamento, podendo você alterar a seu gosto opções como manter versões de edições de arquivos, protocolos a serem usados e assim por diante. Recomendamos que você ative o HTPPS, para isso clique sobre configurações (Menu de engrenagem, no lado direito superior da interface) e selecione a caixa do HTPPS.

Antes de mais nada é importante você adicionar os seus dispositivos e para isso deverá antes, instalar o aplicativo nas máquinas, para outros computadores, basta usar o arquivo que você baixou aqui, da mesma maneira que explicamos no paragrafo anterior. Para Android, clique aqui para baixar o app.

Clique sobre o botão “Adicionar Dispositivo” para poder configurar as sincronias.

Depois de ter instalado o Syncthing em todas as suas máquinas, clique sobre o botão “Adicionar dispositivos” na parte inferior direita da interface, será necessário digitar o código de identificação do dispositivo, esse é um tanto quanto extenso e apesar da versão para Android, possuir suporte a QRCode para identificar o mesmo, no computador esse não é possível, recomendamos portanto que você copie e cole o código no Google Keep, Evernote ou similar para que tenha acesso a este no computador e não precise digitar carectere por caractere, bastando apenas copiar e colar. Esse processo será necessário em todas as máquinas para que uma tenha acesso a outra.

Para adicionar pastas é extremamente simples, clique sobre o botão “Adicionar Pastas” no lado esquerdo e digite o nome de exibição da pasta, o diretório a ser sincronizado e os dispositivos que terão acesso, ou seja, aqueles que terão sincronia com essa pasta.

Depois de ter adicionado os dispositivos desejados, eles serão sempre exibidos ao adicionar uma pasta.

Com as devidas pastas de sincronia configuradas e os dispositivos conectados, todo o processo de sincronia é automático, basta manter as máquinas ligadas para que tudo funcione.

View post on imgur.com

Tags
Back to top button