Robin – O Primeiro Smartphone com o poder da nuvem

Robin – O Primeiro Smartphone com o poder da nuvem

Ao meio de tantas novidades no mundo tecnológico, smartphones tão poderosos e recheados de recursos e serviços nas nuvens cada vez mais comuns e populares, a Nexbit aposta em um smartphone que utilize o poder da nuvem.

O Robin é desenvolvido para funcionar conectado a uma nuvem própria que oferece 100GB aos clientes, esse espaço é utilizado para armazenar qualquer tipo de conteúdo que não esteja sendo usado no smartphone, calma, vamos explicar.

Robin
Imagem/Reprodução : NexBit

Você instala 90 aplicativos em seu aparelho e possui alguns vídeos, fotos, documentos, mas realmente está usando todos ao mesmo tempo? Obviamente não, com base nisso o software modificado do Robin é capaz de identificar quais os apps e arquivos que estão faz algum tempo sem serem utilizados e enviar para a nuvem, removendo-os do telefone. No entanto, nada desaparece do aparelho, os ícones referentes ao que foi enviado para a nuvem passa a ser exibido de forma semitransparente, indicando que ele não está armazenado localmente, mas basta clicar sobre esse para que tudo seja devolvido ao telefone imediatamente, inclusive as configurações dos aplicativos, portanto não se preocupe, você não perderá nada que fazia em suas aplicações, elas serão iniciadas da mesma forma que estavam antes de serem enviadas para a nuvem.

Quatro leds serão responsáveis por indicar quando os dados estão trafegando entre o aparelho e a nuvem da Nexbit.

Robin
Imagem/Reprodução : NexBit

O software embarcado é o Android Lollipop modificado para receber tais funcionalidades,
as configurações do aparelho incluem uma tela de 5,2 polegadas com resolução de 1920X1080 pixels, processador Qualcomm Snapdragon 808, 3GB de memória RAM e porta USB C. O aparelho ainda contará com 32GB de armazenamento interno, além dos 100GB de armazenamento gratuito na nuvem da Nexbit.

O aparelho encontra-se em financiamento pelo Kickstarter e a empresa NextBit, formada por ex-funcionários da Google, Motorola, Apple, Amazon e HTC, esperam conseguir $500 mil dólares para iniciar o projeto, no momento desta matéria eles já tinham $484 mil dólares arrecadados. Quem colaborar com o projeto pelo Kickstarter pode adquirir o aparelho por $299 dólares, alguns valores adicionais garantem acessórios específicos ao modelo.

O que você achou da ideia? Compraria este telefone? Pretende ajudar o projeto? Essa é a vantagem do código aberto do Android, a criação das mais diferentes e inusitadas novidades pelas mais diferentes mentes e desenvolvedores!

Enable Notifications    Ok No thanks