News

Rumor – Xiaomi produziria notebooks com Linux

Alguns sites tais como Bloomberg, Taiwan Digitimes e o OMG!Ubuntu, trouxeram algumas informações sobre um possível notebook desenvolvido pela Xiaomi e trazendo uma distribuição Linux como sistema operacional.

As fontes internas dos dois primeiros veículos citados, ainda afirmam que o aparelho teria 15 polegadas de tela, estaria em desenvolvimento em uma parceria com a ODM Inventec e Foxconn ( A primeira fabrica para marcas como HP, Acer e Toshiba, enquanto a segunda é famosa por desenvolver os Iphones e Ipads da Apple, apesar de também ser responsável por produtos da Microsoft, Nintendo e outras).

O interessante é que até um preço previsto para o produto já circula, seria um notebook de alto desempenho vendido por cerca de CNY2,999 no varejo, o equivalente a R$1.781 reais. Para ter-se uma idéia de o quanto este preço é arrebatador, dispositivos de 15 polegadas da gigantesca Lenovo, são comercializados na china entre a faixa de CNY 4.000 à CNY 6.000, algo em torno de R$ 2.300 à R$ 3560 reais.

Como se sabe a China não só aboliu o Windows do uso governamental, adotando por unanimidade o linux, como mantém incentivos e campanhas promovendo e incentivando o uso do Linux por seus cidadãos, neste cenário temos inclusive uma versão do Ubuntu, chamada de Ubuntu Kyle que foi o resultado da parceria entre Canonical e o Governo Chines, versão essa que traz algumas ferramentas e personalizações especificas para os chineses, além de opções fortes no mercado chinês como o Deepin Linux.

Mas aparentemente nem o famoso Ubuntu, ou soluções internas como o Deepin Linux, serão a escolha de distribuição linux para o notebook da Xiaomi, o que corre é que a mesma pretende seguir o mesmo trabalho que fez com a MIUI para dispositivos mobiles, e criar sua própria remasterização, aparentemente também do Ubuntu. Com isso, a Xiaomi manteria seu próprio design, funções e gamas de softwares para seu notebook, como já faz com seus Smartphones e Tablets.

Não podemos negar que a Xiaomi é exemplo de uma empresa com bom trabalho e bons preços, no mercado mobile, o seu desenvolvimento com a Custom Rom MIUI é estimulante, já que a mesma segue um desenvolvimento independente do Android, tendo atualizações semanais e atendendo a todos os seus dispositivos, portanto não é difícil imaginar que ao entrar no ramo de computadores, seria uma rival de peso a empresas como Lenovo, ainda mais se considerarmos que a Xiaomi tem clientes tão fiéis a marca, quanto a Apple.

Até o momento tudo não passa de rumores, não existe nada concreto e tudo se baseia nas informações cedidas pelas fontes dos sites que citamos, também não existe qualquer noticia sobre este notebook ser comercializado também no Brasil, apesar de ser possível já que a Xiaomi está preparando-se para começar sua fabricação de produtos em solo brasileiro, mas qualquer novidade sobre o assunto, traremos aos nossos leitores. Enquanto isso, você compraria um notebook da Xiaomi, com uma remasterização própria do ubuntu?

Tags
Back to top button