News

Internet não será cortada…por enquanto…

Este ano, entre tantos problemas que surgiram no Brasil, a sua internet também tinha sido ameaçada, isso porque as empresas estavam prontas para colocarem franquias em sua internet fixa e cortar seu acesso ao término delas. Noticiamos isso aqui no Linux Centro, onde até tínhamos demonstrado o quão ridículo eram as franquias ofertadas por empresas como a Net e Vivo ( A TIM tinha informado que não praticaria o corte).

Diante de tanta polêmica e reação publica que o assunto gerou, a diretoria da Anatel resolveu entrar com uma liminar, proibindo tal prática, até que o órgão regulatório decida o que pode ou não ser feito.

Nessa última semana, o atual presidente da Anatel, Juarez Quadros, informou durante uma audiência pública no Senado Federal que a liminar permanecerá por tempo indeterminado, pois tão cedo ele pretende tratar desse assunto.

Algumas mídias especializadas estão comemorando essa informação, no entanto isso é um tanto quanto prematuro e de certa forma insensato, pois não tivemos a concretização da proibição do corte de sua internet, a Anatel apenas resolveu adiar o assunto, portanto apenas por hora está realmente proibido o bloqueio.

Por mais que fiquemos confortáveis por hora, é exatamente esse conforto que pode oferecer perigo, já que ao decidir manter em “stand by” o assunto, podemos acabar por caminhar em um esquecimento do que tinha sido cogitado e quando menos esperarmos, limitações absurdas serem implantadas no principal meio de comunicação atual.

Dessa forma não podemos considerar como uma vitória, apenas um período de vacas gordas, sendo que é extremamente importante continuarmos a cobrar da Anatel e das empresas que qualquer tipo de corte não seja imposto e que a internet brasileira continue funcionando de forma ilimitada, tendo em vista que já pagamos uma das mais caras e com menor qualidade, sendo injusto que também seja imposto seu bloqueio.

A Anatel montou um fórum e um questionário, onde os usuários podem debater e insistir que o bloqueio nunca venha a ocorrer, manter-nos alertas é a melhor opção!

Tags
Back to top button